MTV Video Music Awards 2011: Leia análise sobre os prêmios

A premiação de 2011 pode até ser considerada “qualificada”, porém, a concentração em poucos artistas ainda incomoda à muitos


.
.
.
“Video Music Awards”, depois das quedas de audiência nos anos anteriores, os produtores do evento apostaram em menos polêmicas e mais profissionalismo. A premiação de 2011 pode até ser considerada “qualificada”, porém, a concentração em poucos artistas ainda incomoda à muitos.

Com JoJo, Demi Lovato e Kelly Rowland ansiosas por um momento grandioso no VMA, a equipe insistiu em escalar Lady GaGa, Katy, Britney e Beyoncé para os números musicais, ou seja, os de sempre. Isso ficará cansativo mais cedo ou mais tarde. A entrega de prêmios foi, resumidamente, merecida. Pena que Katy Perry que não foi o destaque da noite (mesmo com suas 10 indicações) e muito menos a mais bem vestida da noite.

Acontece que a MTV americana gastou suas verbas em uma animadora de festa experiente: Lady GaGa. A artista talentosa que conhecemos, infelizmente se perdeu mais uma vez nos personagens loucos, dando à entender, que, para aparecer, vestir-se de homem é a solução. O disfarce apenas durante a performance, ficaria incrivelmente genial, mas o disfarce durante a premiação inteira, ficou ridículo e apático.

Porém, eis que Cher e Annie Lenox já utilizaram dessa técnica antes e a vontade de ser original de Lady GaGa foi, mais uma vez, por água abaixo. Para alguns, o fato de GaGa prestar o trabalho de encarnar um alter ego desconhecido por uma noite é sinal de talento e coragem, para outros, isso tudo não passa de uma tentativa vergonhosa de aparecer. Mas é claro, não podemos deixar de elogiar: GaGa de Jo Calderone ficou fantástico! Mas ainda preferimos nossa boa e glamorosa Lady GaGa.

Lady GaGa quebrou todos os galhos do VMA neste ano: Jo fez a abertura com “You And I”, ocasião onde cantou num tom grave arrebatador, que teve direito à um tombo despercebido, e Jo também entregou o prêmio “Video Vanguard” à Britney Spears . A mesma ficou desconsertada com a atuação de GaGa no palco e por quase 5 segundos, entreteve o público com um flerte ao vivo, momento único, que inclusive, ofuscou toda a homenagem. Mas a atuação foi necessária, pois tudo não passou de um número musical infantil apresentando coreografias marcantes com looks usados por Britney nos últimos 12 anos, coisa que não surpreendeu e nem emocionou a Princesa do POP.

Mas o Video Music Awards foi muito além de Lady GaGa e Britney. Um anúncio ao vivo de Beyoncé parou os telespectadores para uma novidade exclusiva: um herdeiro de Jay-Z está por vir. A gravidez de Beyoncé gerou assuntos históricos nas redes social e este sim foi um momento que já está marcado na história do VMA. Beyoncé não parou por aí. Sua performance inesperada de “Love On Top”, introduzida por elogios admirados de Britney e GaGa, também gerou comentários positivos, que basicamente, elogiaram a cantora pela postura madura e talentosa adotada para a atuação.

Durante os intervalos, Jessie J fez todas as performances extras e mesmo sentada, soube entreter o público com habilidade. Outros que fizeram grandes shows na noite foram Adele, interpretando “Someone Like You” com honestidade e cautela, e Chris Brown, sendo prático e artificial.

Por fim, o tributo à Amy Winehouse, por Bruno Mars, foi fabuloso. A versão “Bruno” para “Valerie”, com passos de dança característicos do Jazz, ficou charmoso e animado. Claro, que ambos as homenagens da noite, não chegaram aos pés da que Janet Jackson proporcionou ao público ao homenagear Michael, em 2009. Porém, para iniciativa, a MTV está de parabéns!

Performances: Clique e assista

  • Lady Gaga (participação Brian May) — “Yoü and I”
  • Jay-Z e Kanye West — “Otis”
  • Pitbull (participação Ne-Yo e Nayer) — “Give Me Everything”
  • Adele — “Someone Like You”
  • Chris Brown — “Yeah 3x” / “Beautiful People”
  • Tributo a Britney Spears
  • Beyoncé — “Love on Top”
  • Young the Giant — “My Body”
  • Bruno Mars — “Valerie” (tributo a Amy Winehouse)
  • Lil Wayne — “How to Love” / “John”


.

Publicado em 31/08/2011, em MTV Video Music Awards, Notícias. Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Poo vma bom era quando a britney se apresentava!
    aquilo sim era vma
    1- a garota da escola
    2- a stripper
    3- a selvagem
    4- a noiva
    5- a vadia
    … britney amazing
    só ela p levantar a audiencia do vma de novo

  2. Esperava bem mais da homenagem à Amy.
    Colocar Russel Brand falando dela foi uma tremenda sacanagem! Mesmo que ele tenha sido até amigo dela, ele é praticamente um humorista. Achei isso tudo meio que um descaso.
    De toda a homenagem as únicas partes que geraram um pouco de emoção foi a que Tony fez a chamada para o video das gravações que os dois fizeram juntos (que foi extremamente lindo) e aquele pequeno video que mostrava uns bastidores e coisas assim.E pra finalizar…BRUNO MARS (achei um nome extremamente pequeno pra cantar em uma homenagem para uma artista como Amy Winehouse) que fez uma versão mega animada de “Valerie” (não sei se perceberam mas ele estava mais preocupado em aparecer do que em homenagear Amy, ele disse durante a performance: “batam palmas pra mim!” depois ele se tocou e disse “Palmas pra Amy!”).
    Outra coisa que marcou a noite pra mim, foi Katy Perry. Só um comentário pra tentativa desesperada de aparecer dela: KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.
    Adele e Gaga estiveram brilhantes, as melhores da noite com toda certeza.
    Chris Brown fez uma performance tipo “?????????”. Achei totalmente desnecessária.
    Ah sim, e outra coisa que adorei mesmo sem ser muito fã: JESSIE J!
    Mesmo sentada no “trono” e cortada pelos comerciais, o que consegui ver dela cantando foi ótimo, imagino se não estivesse com a perna quebrada.
    Tributo à Britney nem preciso comentar porque né.
    Outra coisa super legal foi o elenco de Jersey Shore entregando o prêmio de “best female video” à Jo Calderone, aquela atriz idosa proporcionou o momento mais cômico da noite!
    Senti falta de alguns artistas como Ke$ha e Rihanna, não sei porque.. acho que é porque elas nunca perdem nada, enfim, o VMA 2011 foi muito bom, mas pra mim, não superou o de 2010.

    • Corretíssimo!
      Uma homenagem de Bruno Mars para Amy Winehouse ficou sem sentido. Até porque ela não estava à altura e os gêneros musicais não se cruzam. E enquanto ao Russell, concordo plenamente. Pensei que ele iria fazer piada com o nome dela, porém, quando percebi que era algo sério, apenas reparei no tom escroto para se referir às coisas que ela fazia. Mas entre a homenagem à Amy e Britney, prefiro a da Amy, com certeza. Até porque, os boatos diziam que 4 cantoras famosas (mais a Madonna) estariam envolvida num grande momento para homenagear a Britney, porém, um grupo infantil teve seus 5 minutos de glória e o que ficou disso foi apenas insatisfação dos fãs.

      Eu, particularmente, não gosta da Jessie J e achei todas suas performances esquecíveis e sem graça. Porém, devo admitir que ela soube aguentar – em paciência e na voz – o tempo de duração da platéia.

      Em relação aos outros VMA. eu achei esse mais assertivo. Mas acho que aquela fôrmula polêmica e natural dessa premiação vai se perdendo acada dia. Antes, VMA era um evento alternativo para jovens, adolescentes, que curtiam POP e ROCK. Hoje, …

  3. Camila Herbert

    concordo com a parte da homenagem. Momento ofuscado pelo flerte!

    e a Beyoncé usou a gravidez como marketing e foi excelente. MArcou o VMA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: