FASTLIFE: Realmente, muito pouco impressionante e previsível

Enquanto o Príncipe do POP, Justin Timberlake, investe na carreira de ator e os imagináveis aspirantes ao trono POP, Justin Bieber e Nick Jonas, não lançam álbuns de inéditas, Joe Jonas entra em cena com um álbum essencialmente previsível e nada original, tentando se firmar na indústria POP.

FASTLIFE
(NOTA 65)

Joe Jonas sempre foi um destaque entre os adolescentes que estão nesse ramo. Desde suas participações nos álbuns da banda Jonas Brothers até suas faixas no musical “Camp Rock”, Joe foi a voz em evidência, sempre no mesmo tom e ritmo, comprovando a total falta de potencia vocal, de todos os jeitos.

Todavia, seu novo disco, intitulado “Fastlife”, não passa de um álbum sedutor e claramente forçado. A começar a análise pelas letras, notamos certa dificuldade por parte de Joe em dizer o que realmente acontece em sua vida. O mesmo quis modificar seu estilo, pensamentos e identidade a custo de nada, pois sabemos que as inúmeras músicas sobre relacionamentos conturbados, as batidas eletrônicas exageradas e todo o resto não passam de tentativas de agradar o público e vender bem.

Bem, já sabemos que Joe Jonas não tem alma artística, por isso, colacionamos seu novo disco à uma cópia menos beneficiada de “Beautiful Soul”, álbum de Jesse McCartney – também muito pouco bem sucedido no ramo musical. “All This Time” pode ser comparada à “All Night Long”, de Demi Lovato, pois abre o disco com a exata precisão que gostamos de ter: no caso, de um disco enfraquecido por desencontros amorosos e encontros sexuais também, com garotas aparentemente completadas. “Fastlife” continua com duas faixas distintas que parecem ser a salvação para o que chamamos de desastre. “Just In Love” é, definitivamente, a perfeição, feita em um molde jogado fora de Justin Timberlake. As batidas são agradáveis e provocantes, combinando com todos os ritmos vocais que Joe atingiu. Mas, como já esperamos, a música só fala de um garoto apaixonado, só. Realmente, muito pouco impressionante.

“See no More”, o single, possui muita pouca melodia e muita gritaria. Joe alternou entre os tons agudos e graves muito rápido, não deixando dúvidas que umas aulas de canto seriam seriamente bem vindas. Entretanto, não deixou de ser uma boa gravação POP por isso. Se Joe Jonas mostrou ser totalmente desprovido de técnicas vocais e originalidade logo no início, pelo menos temos que admitir que como um amante de uma garota assassina, o jovem se deu bem. Em “Love Slayer”, temos a melhor performance do aspirante à astro POP como um homem em cena. Os vocais da canção estão controlados, sem exageros. Além da combinação do cantor com o tema, alguns gritos ajudaram o single à ficar ainda mais frenético e sujo.

A partir daí, os elementos mais clichês já visto na indústria musical são colocados na roda. Que tal um barulho de uma moto acelerando mais alguns ‘hey hey hey’ para “Fastlife”? E alguns ‘oh oh oh’ e uns versos pesados para “Make You Mine”? E como esquecer a batida up-tempo e um pedido de desculpas em “Sorry”? Tudo muito previsível e pouco revelador, de fato. Ah, mas talvez alguma coisa seja verdade: ele conheceu uma garota cleptomaníaca. De fato, um cleptomaníaco rouba coisas sem valor, por impulso, e na música, Joe diz que ela irá “roubar o seu coração”, certamente, muito impressionante saber disso. Qualquer garoto poderia escrever as músicas para o álbum de Joe, que particularmente não fez diferença alguma, visto que tudo já foi visto antes.

Com tudo, diante do pior disco POP da atualidade, nos deparamos com uma série de remixes inúteis finalizando o tão aguardado “Fastlife”. Sem dúvidas, essa será mais uma etapa sem sentido para fãs de Jonas Brothers, que com toda a certeza, são melhores juntos!

TRACKLIST
 01. All This Time
 02. Just In Love
 03. See No More
 04. Love Slayer
 05. Fastlife
 06. Make you Mine
 07. Sorry
 08. Kleptomaniac
 09. Not Right Now
 10. Take It and Run
 11. Lighthouse
 12. Just in Love (feat. Lil Wayne)
 13. Just In Love (Moto Blanco Radio Edit Remix)
 14. Just In Love (Soul Seekerz Radio Remix)
  1. William Johnnes

    Eu ouvi o álbum e achei muito bom. Diante da proposta a que o álbum foi criado, creio que a musicalidade e os vocais não deixaram a desejar. De letras fracas, até os álbuns de Beyoncé são feitos. Nunca havia gostado do trabalho dos “Jonas Brothers”, mas quando ouvi “Just In Love”, realmente me interessei pelo trabalho do Joe Jonas e quando ouvi o álbum, curti muito. Não é o PIOR álbum POP da atualidade, de fato. É muito bom, por assim dizer.

  2. Realmente o Justin é 165651498141 vezes melhor que o Joe, ele canta, dança e tudo mais…
    Sim eu achei tbm que esse album está cliche. Mais acho que ele tem como melhorar com o tempo e mto…
    E tbm tem o detalhe do album ser da hollywood records todos os albuns de lá não fazem questão de ser algo de qualidade…
    Esse album pelo menos está bem produzido para uma gravadora ruim…
    Se ele estive em outra como a universal,sonny ou Interscope Records.Te garando que seria mto melhor…
    Ops Jive e Sony Music eram as gravadora do Justin…
    Abraços…Só estou dando minha opinião!

  3. Realmente, a crítica está perfeita. O álbum é mais para diversão e som, não vejo muita inovação. Bem, já que Joe mudou de estilo e amadureceu mais pessoalmente, ele deveria crescer nas músicas também. Não faz sentido ficar fazendo tanto apelo POP. Se comparado com ‘Unbroken’ da Demi, o ‘Fastlife’ perde muito em sonoridade e alma, assim se torna mais um clichê no mundo musical.

  4. Gente, ese álbum é puro marketing, não tem essencia, não tem PQ, não tem nada,
    só batidas e letras chatas.

    concordo quando falaram que o álbum é bem fraquinho, para um ex disney star

  5. Segundo*

  6. Ele tem sim alma de artista…
    Já cantou em músicais da Broadway, ele ajuda escrever tudo o que canta,e tbm esteve com todo processo do album…Esse album foi super bem produzido pra um ex disney star dessa geração.
    Me fale algum ex disney dessa gerção que melhorou tanto quanto ele nas produçoes músicais e clipes que foram feitos para o album FASTLIFE?
    Como por exemplo duetos e composiçoes com Chris Brown e Lil Wayne?O principe do POP é o Usher…Que na minha opinião é mto melhor que o Justin Timberlake.
    Não venha com argumentos desse tipo de vendas e etc.Até pq o gênero que Joe canta é POP, POP = Popular…
    Se for assim o seu principe do POP tbm fazia músicas para vender e agradar o publico.
    Vc falando sobre o que estamos cansados de ouvir?
    Então pq vc não fala do Justin Timberlake que imitava o Michael Jackson no começo da carreira?
    Não tinha própria personalidade…Brian Kennedy co escreveu e quem produzio a música See No More que já trabalhou com BoA cantora coreana ,Backstreet Boys, Rihanna, Jennifer Hudson, New Kids on the Block e Kelly Clarkson.Agora compara o primeiro clipe de Justin Timberlake com o do Joe Jonas…Olha a diferenca dos Índices,ícones presentes no clipe do Joe, que são nuvens,fumaça e chamas…Coisa que no primeiro clipe do Justin só tem dança e Índices relacionado a sexo…O que o Joe fez se chama criatividade ao contrário do Timberlake que todo mundo faz hj em dia no cenário da música pop…Just in love foi co escrita por James Fauntleroy II o mesmo que já fez músicas para Rihanna, Leona Lewis e Timbaland, que por considência, Timbaland trabalhou no singundo single de Justin Timberlake ambas das músicas falam de amor…Mas a música de Justin fala de um amor perdido e a do Joe fala de um amor que ele está vivendo…Então não é qualquer um que faz as letras compostas para o Joe =)…
    E ambos albuns foram bem produzidos…Eu concordo que a Justin Timberlake cante melhor que Joe Jonas mas Joe não fica mto atrás de Justin nas composicoes e na criatividade…
    Se eu consegui comparar Joe com Justin no começo da carreira. Não vou falar nada de JJesse McCartney né?Que foi uma comparação ridícula…
    Sem contar que vc está colocando Justin Bieber e Nick Jonas no cénario POP que não são ninguém, que daq apouco vão sumir.Nick já sumiu agora o Justin é só uma questão de tempo…Pelo amor de Deus fale de Bruno Mars que é mto melhor que os dois juntos…Abraços

    • Olá Henrique. Gostaria, antes de tudo, de parabeniza-lo pelo comentário sobre o álbum. São detalhes que valem à pena ler e reler.
      Bom, eu não citei Justin Timberlake como Príncipe do POP porque eu quis. É como Britney ser a Princesa. Por mim, nenhum dos dois seriam chamados assim, pois não estão à nível de Michael Jackson ou Madonna.

      Justin Timberlake fez um álbum POP, de qualidade, assim como Joe, porém, como você mesmo citou, o conteúdo era pouco convincente. Por isso, só com “Future Sex/Love Sounds”, que ele melhorou, criou sua própria identidade e todo o resto. Joe Jonas não está em seu 100%, e a mudança de jovem virgem, para ‘guru do amor’ realmente não convenceu.

      Gostaria muito de elogiar seu álbum, mas diante de elementos clichês usado por todos, letras vazias e compradas e todo o resto que foi citado na análise, não podemos mentir sobre isso, o álbum é fraco, previsível e comercial. Espero que os fãs gostam de escutar sobre a vida, pensamentos do artista, e não coisas que muitas vezes, são experiências de outras pessoas. Sei que Joe tem talento, pois sua passagem pelo Jonas Brothers é completamente importante. Enfim, espero que tenha entendido nosso ponto de vista.

  7. Letícia Brites

    Nossa…….. vc jura q vc avaliou isso com imparcialidade??? O album é mesmo tão ruim assim ou vc jah tinha uma antipatia pelo cara???? rsrsrsrsrsrsrs…… Não sou fã do cara, ou dos caras (Jonas)… mas confesso q qnd ouvi “Love Slayer”, axei q vinha algo de bom por aí… Ainda não ouvi o album completo porque tava com preguiça de baixar…. depois de ler essa critica deu total desanimo….

    • “Love Slayer” e “Just In Love” foram as únicas faixas “elogiadas” pelo autor. O álbum é muito comercial, talvez você goste, mas é só isso: algo para distrair. Não é algo como “Unbroken” ou “My World”.

  8. Camila Herbert

    esse álbum é bem fraquinho msm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: